Poesias - Notícias - Politicagem - Comportamento - Cultura - Sexualidade - Assuntos Sérios - Bobagens Necessárias - e Tudo Mais Que Eu ou Vocês Queiramos Falar - Tudo isso abordado com discontração e irreverência, às vezes de modo requintado e às vezes com linguagem totalmente escrachada. Participem das discussões, proponham assuntos pra novos posts, e não façam cerimônia, porque aqui a gente fala Do Que Quiser Falar .

terça-feira, 6 de abril de 2010




Por Alane Reis
Sobre Olga Vidal


“Por um instante

Vejo no teu semblante

Que a mulher estonteante é só uma armadura

A mulher fatal – uma figura

Por dentro há refugiada,

A menina tímida e às vezes assustada


A menina calada

Na mulher falante

A menina acanhada...

Pra mim... a mais fascinante”


Trecho retirado da poesia O.N.P.V., dedicada à irmã que a vida me deu.

Fotografia: Olga Vidal.

2 comentários:

Digous Senna disse...

Como sempre bom gosto pela boa poesia heim garota
rsrs abraços
gostei viu

Nas entrelinhas disse...

Vindo de você qualquer crítica é bem vinda e qualquer elogio é gratificante... Obrigada Digous.