Poesias - Notícias - Politicagem - Comportamento - Cultura - Sexualidade - Assuntos Sérios - Bobagens Necessárias - e Tudo Mais Que Eu ou Vocês Queiramos Falar - Tudo isso abordado com discontração e irreverência, às vezes de modo requintado e às vezes com linguagem totalmente escrachada. Participem das discussões, proponham assuntos pra novos posts, e não façam cerimônia, porque aqui a gente fala Do Que Quiser Falar .

terça-feira, 2 de março de 2010

Por Alane Reis
Sobre Saudade

''O silêncio grita um nome em meus ouvidos. Ele entra pelos timpanos, e vai direto ao cérebro, que responde na retina e uma imagem se forma apenas nos meus olhos, o nome corre nas minhas veias, chega ao coração e alimenta meu corpo com uma força espantosa até pra mim que sinto. O nome toca minha pele, passando pela nuca e arrepia todos os meus pêlos, e nas minhas narinas o cheiro mais gostoso me consome... O nome se desmaterializa nos meus sentidos e já não lembro como a mim se apresentou... A minha distração me inconforma e chamo o nome de SAUDADES''

Dedicada a todos os amores, aos amigos, aos irmãos, às pessoas que passaram pela minha vida, marcaram e por circunstâncias quaisquer hoje não se fazem tão presentes.

4 comentários:

Lucas disse...

chega dá arrepio, vc é uma garota prodígio ninha, sou inteiramente seu fã, te amo

Nas entrelinhas disse...

Não é pra tanto Lucas... Mas obrigada assim mesmo, você é lindo.

JonesMoreira disse...

Lindíssimo! SaudadeS deixam marcas que nem mesmo o tempo, nem a distância poderão apagar. Mas, temos certeza que esta sempre há de ficar [permanecer ali, em algum lugar do sub/consciente]- continue a blogar, continue a blogar, continue a blogar!!!

Nas entrelinhas disse...

Continuarei, continuarei, continuarei... Continue a acompanhar.