Poesias - Notícias - Politicagem - Comportamento - Cultura - Sexualidade - Assuntos Sérios - Bobagens Necessárias - e Tudo Mais Que Eu ou Vocês Queiramos Falar - Tudo isso abordado com discontração e irreverência, às vezes de modo requintado e às vezes com linguagem totalmente escrachada. Participem das discussões, proponham assuntos pra novos posts, e não façam cerimônia, porque aqui a gente fala Do Que Quiser Falar .

segunda-feira, 26 de julho de 2010

A amizade Brasil e Irã e a PORRA da politicagem

Por Alane Reis
Sobre Politicagem

O Lulinha prestes a completar o oitavo ano de mandato como presidente da federação brasileira, deixará o posto com no mínimo algumas polêmicas, a bola da vez é o Irã, o país está mantendo uma prática de enriquecimento de urânio, enquanto circula uma política (que só Deus sabe, até onde quão verdadeira) de desarmamento mundial. Resultou que todo mundo resolveu fechar a cara pra Mahmoud Ahmadinejad (presidente iraniano), só o Brasil que vem mostrando um certo interesse, e uma simpatia nem tão camuflada a questão, posicionando - se ao lado do Irã e deixando pulgas atrás da orelha, sobre a intenção dos flertes brasileiros a um país que se orgulha de eleger de maneira direta o seu presidente, mas nem ao menos se retrata sobre as especulações mundiais de corrupção eleitoral.
Funciona mais ou menos assim: Os Estados Unidos mandou avisar que não quer que mais ninguém tenha bombas (mas claro, as deles não contam, afinal... Ah o que dizer dos Estados Unidos da América), o Irã que aprendeu a brincar com fogo (ops, com urânio), resolveu não acatar, não se explicar, não conversar, e continuou na sua com as suas bombinhas, valendo ressaltar que ele não é o único país a possuir arsenal bélico nuclear. Não aceitando o "insulto" iraniano, Obama resolveu endemoniar o país árabe, como se já não bastasse os seus próprios demônios (guerras civis, desigualdade social, corrupção). No fim da brincadeira, todo mundo comeu a pilha, mas o Lula não (que fique bem clara a minha não intenção de enaltecer ou criticar o governo Lula). O nosso presidente vem se colocando como porta voz de uma causa bastante delicada, foi o único capaz de ouvir o Irã e intermediar um diálogo entre ele os Estados Unidos.
O caso é que toda tentativa brasileira de apaziguamento foi frustrada, só que nessa história ninguém é mais menino e "tá" de inocente numa causa no mínimo "um pouco" preocupante para a população mundial. Os Estados Unidos anda apreensivo com a instabilidade de sua hegemonia bélica, e com a falta de controle que possuem em relação ao Irã, dessa forma a única solução encontrada é reproduzir discursos discriminatórios sobre países árabes (de maneira geral). O Irã experimenta a sensação de poder, e parece estar se sentindo muito a vontade "do outro lado da força", e o Lula que entrou de supetão na história, levanta inúmeras suspeitas ao se envolver numa questão que diretamente (e atualmente) nada interessa ao Brasil, mas como foi dito no início do texto, seu mandato está chegando ao fim, e uma cadeira no Conselho de Segurança da ONU é sempre interessante, a quem (agora) não pode se (re)candidatar.

12 comentários:

Mah Souza disse...

E a PORRA da politicagem...
Que bonitooo esse blog de cara nooova =DD

Saudade jaa, minha baianinha!
Beeeeijos

Nas entrelinhas disse...

Ooow minha retada, obrigada, e não se preocupe não que a saudade eu divido com você, pra ficar menor esse trem... xD

Nicelle Almeida disse...

Olá, Alane!
Tudo bem com você? Encontrei seu blog e o achei muito legal. Sou Jornalista e adoro cabeças pensantes, adoro pessoas que expoe opiniões e tratam de temas relevantes. Vou me tornar seguidora do seu espaço, ok? Se puder, me visita sempre também para trocarmos informações =)
www.nicellealmeida.blogspot.com

Tudo de bom pra vc e muito sucesso na trilha ;)

Beijos,
Nicelle Almeida.

Raphael disse...

E os EEUU ainda esperavam que o Brasil baixasse a bol, com o perdão do trocadilho, como se a nossa função fosse ser subserviente aos interesses americanos. F**k 'em all.

Paulo Dionísio disse...

Hey, muito obrigado por comentar no meu blog. E gostei do teu. Bem conceituado. Parabéns.
Beijos.

Sócrates Júnior (koka) disse...

22É uma questão um tanto complicada. Mas Acho que se eu fosse Lula, faria o mesmo, tenho certeza que o curinthiano é de paz, pelo menos em tese e acho que como vc apontou ele tem interesses mais lá na frente de besta o 9 dedos num tem nada.

Sócrates Júnior (koka) disse...

E como disse Nicelle seu blog tá muito bom com essa nova cara e formato, mas continue poetando... ok!

Nicelle Almeida disse...

O Sócrates falou tudo. O Lula de bobo não tem nada, ele com certeza não entrou nessa história apenas como "intermediário de paz". Ele tem interesse sim, mais a frente a gente vai ver. O Lulinha não pode mais se reeleger, mas literalmente não irá pendurar as chuteiras. A Dilma, se ganhar, será como um robô, fazendo tudo o que ele quer.

http://doquequiserfalar.blogspot.com/ disse...

Com certeza alguém com a história política do nosso Luiz Inácio, de bobo não tem nada, se eleger presidente não é uma tarefa fácil, se reeleger menos ainda, o Lula fez, e termina o segundo mandato com um índice de aprovação quase inédito no país. Parabéns pra ele, mas eu tenho medo dessa perduração no poder, acompanhada de tanta simpatia e veiculada a um partido que cresceu com o apoio popular, e prezava a ética e bla bla bla, mas desde que o louco do Roberto Jeferson (quem lembra dele? Rs) colocou a boca no mundo por causa desse tal de mensalaão a uns 6 anos atrás, o PT perdeu esse ar canônico. Colocar robô pra governar também é pesado, nem sei se vale a pena subestimar tanto assim a Dilma. Mas vamo fazer o que né, no Serra pobre consciente não vota, Marina se apresentar atestado de sanidade mental, a gente ler as propostas (perdão, esse meu humor ácido, rsrs), sobra a Dilma. Eu tô com ela e não abro!

Cath disse...

Olá, vim conhecer seu blog. Eu acredito que o lula adora fazer média, até com o Bush ele já fez, mas os euas sempre trabalharam mtu bem suas estratégias no oriente médio, não é a toa que até hj existem 500 teorias sobre as torres. Eu acho complicado um país manter uma reserva de urânio, se for verdade, e não querer aprontar alguma.. só se o lex luthor resolveu morar no Iran e vai logo mais derrubar a califórnia haha

abss

se vc quiser conhecer o meu blog: www.catincollege.blogspot.com
Vou seguir o seu mtu legal.

http://doquequiserfalar.blogspot.com/ disse...

Pow difícil ter reservas de urânio não acho não Cath, o Irã é a antiga Pérsia né, o solo é rico em minerais, não só lá, como no Oriente todo, enfim neh, a gente já sabe de onde é que vem o petróleo do mundo. Aaah muito obrigada pela visita, vou dá uma olhada no seu

Dih disse...

Vei muito bom seu texto !!! *-*

http://projetosdeumlouco.blogspot.com/